sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Leituras no Metro

Quase um mês passou desde a última vez que escrevi, no entanto a vida não parou e muita coisa sucedeu. Felizmente tudo para melhor. Já tinha saudades de uma época como esta, de calma e estabilidade. Estou feliz. :) Pelo menos por agora, até surgirem possíveis consequências…

Entretanto desde que comecei a trabalhar na PT, tenho sido obrigado a utilizar muito mais vezes o metro do Porto do que aquilo que gostaria. E como é caro, lento e não tem condições para abranger todos os utentes, decidi aproveitar o tempo que perdia dentro daqueles veículos… Assim, comecei a aproveitar o metro para por algumas leituras em dia e desde Agosto que já li vários livros. Aqui exibo e recomendo o que tenho andado a ler:

Crónicas de Allaraya – Vagas de Fogo: Escrito pelo jovem português Filipe Faria. Este é já o 5º volume de uma saga que o escritor iniciou há quase 10anos atrás com apenas 16 anos. Ao longo dos volumes é fácil de verificar a evolução na escrita. Uma história com muitas bases semelhantes ao Senhor dos Anéis mais ainda assim recheada de imaginação e inovação. As personagens são simplesmente inconfundíveis. Cada uma delas com uma personalidade distinta e vincada que tem vido a ser modelada ao longo dos volumes. Saliento a minha personagem preferida, Slayra que surgiu no primeiro livro como uma assassina sangrenta e acabou por se converter ao grupo dos “bonzinhos” tendo mesmo neste momento dois filhos de um deles. Contudo nunca deixou de ser a “bitch” sarcástica e venenosa que tanto me divertia apesar de ter perdido um pouco de importância no enredo.

Harry Potter e os Talismãs da Morte: Escrito pela britânica J. K. Rowling. Li o primeiro Harry Potter quando tinha perto de 12 anos e fui lendo os outros por acréscimo. Como tal não podia deixar de ler o último livro. Não achei nada de especial. Entreteve-me mas esperava um Grand Finale…
De qualquer modo terei saudades daquelas personagens que acompanharam a minha adolescência, principalmente da Hermione.

A Fortaleza Digital: Escrito pelo norte americano Dan Brown. Também estive entretido pela sua forma muito característica de escrever e de dar reviravoltas no enredo. Contudo cada vez mais acho os seus livros extremamente comercias. È daqueles livros cujo mediatismo tem como única intenção a venda.

A Cidade de Vido: Escrito por Paul Auster e é a primeira história da famosa Trilogia de Nova Iorque. Foi-me oferecido no aniversario por um bom amigo. É um livro difícil de digerir e interpretar, principalmente quando se está a ler num transporte público. De qualquer modo é um livro que consegue por em causa a nossa individualidade e capacidade de modelagem perante as situações. Voltarei a ler com certeza. Estou certo que muita coisa me escapou.

Chocolate: Escrito pela Britânica de raízes francesas Joanne Harris. Comprei este livro numa feira de velharias e custou-me pouco mais de 3 euros. Estava bem conservado mas as paginas haviam já adquirido aquela cor ligeiramente amarelecida e os cantos das folhas estavam dobrados por marcas de leitura (péssima forma de marcar na minha opinião). De qualquer modo comprei o livro e comecei a ler sem grandes expectativas. Qual a minha surpresa quando me apercebi que me custava parar. Simplesmente genial. Uma leitura literalmente deliciosa que por vezes quase nos faz sentir o cheiro a chocolate e repleto de personagens tão características e reais que temos a sensação de as conhecermos. Neste livro abandonei as leituras do metro e comecei a ler em casa para melhor me poder envolver. É sem duvida um dos melhores livros que li e rapidamente corri todo o Porto á procura do filme. Já o comprei após muita procura e vou vê-lo no fim de semana com uma companhia muito especial. :)
Quanto ao livro tomei a decisão de não o deixar a ganhar pó. Assim ofereci-o á mesma companhia especial :p e pedi que quando acabasse de ler o oferecesse também e assim por diante. Afinal, um livro tão manuseado e lido, deve continuar a ser partilhado. :)

6 comentários:

pinguim disse...

É bom ter notícias tuas, mesmo espaçadas e saber que tudo vai estando bem contigo.
Invejo-te por conseguires ler tanto, e eu com montes de coisas interessantes para fazer o mesmo, mas um jornal aqui, uma revista ali e lá se me "vão os olhos"...
Abração.

Gata Verde disse...

Já tinha saudades tuas!
Beijocas e boas leituras

gritomudo disse...

Bonita ideia de partilhar um livro.
Costumo fazer o mesmo com a música.
Passar CD's de mão em mão.

GRITOMUDO

mik@ disse...

ola psi mailindo :)
eu sigo filipe faria desde o primeiro livro, já la vão uns 6 ou 7 anos... é viciante e eu adoro :)
miss youuuu espero que estejas bem.
bjinhos

Rafeiro Perfumado disse...

Tentei por tudo comentar lá em cima, mas não consegui. Que tal chamar o Wolverine? ;) Abraço!

Rita Mello disse...

Boa-tarde,
Queria deixar um convite para visitar o blogue da Joanne Harris
http://joanneharris.blogs.sapo.pt e desejar um feliz Natal
Rita*