sábado, 27 de novembro de 2010

Paralisia do Sono

Um documentário muito interessante e elucidativo sobre a paralisia do sono. Gostaria de o ter visto uns anos mais cedo porque poupar-me-ia algumas preocupações e noites mal dormidas.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Na Verdade...

…sobrevivi a um acidente de viação precisamente porque desrespeitei uma lei básica de segurança.
É das memórias mais antigas que guardo. Devia ter 5 ou 6 anos e sempre fazia grandes birras quando viajava com os meus pais porque queria ir no banco da frente. Excepcionalmente, naquele dia, vínhamos da terra dos meus avós para casa, e a minha mãe deixou-me ir no banco da frente no colo dela. Estávamos a poucos minutos de casa parados numa fila de carros porque o semáforo estava vermelho quando de repente fomos abalroados por trás por um carro completamente descontrolado causando o choque em cadeia dos restantes 4 carros que aguardavam na fila. O impacto foi tão grande que o banco de trás fechou-se sobre si mesmo e os encostos dos bancos da frente partiram projectando-nos para cima do banco de trás. As vindimas tinham sido há pouco tempo e transportávamos vários garrafões de vinho na mala que se estilhaçaram e espalharam o seu conteúdo pelo carro criando um pequeno rio de vinho pela estrada. Felizmente ninguém teve mais do que alguns arranhões e os meus pais queixaram-se de dores nas costas durante semanas. XD De qualquer forma nunca me vou esquecer da força com que a minha mãe me segurou e aquele cheiro a vinho insuportável. Deve ser por isso que é a única bebida alcoólica que não gosto.

…sofro de uma perturbação de paralisia inicial do sono.
É algo que me acontece quando ando mais cansado ou stressado. Basicamente por vezes o que sucede é que o meu corpo adormece antes do meu cérebro. Resultado, estou perfeitamente consciente de tudo à minha volta, oiço e vejo mas não consigo mexer um único músculo do corpo até que recupero a mobilidade repentinamente cerca de um minuto depois. Quando era mais novo e isto me começou a acontecer entrava completamente em pânico mas o médico de imediato me sossegou e me disse que no fundo tenho sorte e acabei por me adaptar. A verdade é que há pessoas com esta perturbação que além dos sintomas que eu referi, apresentam também um estado alterado da consciência misturando os sonhos ou os pesadelos com a realidade tendo verdadeiras alucinações e vendo os mais diversos seres bizarros dentro do quarto ou mesmo em cima delas. Julga-se que muitos dos relatos de pessoas que alegam ter sido raptadas por extraterrestres durante a noite e outros seres mitológicos, são o resultado de estados mais graves desta perturbação.

…NÃO falo relativamente bem português, inglês e japonês.
O português(obviamente) e o inglês falo com relativa fluência. Já o japonês apesar dos muitos animes que vejo, sei pouco mais que palavras básicas.

...já nadei num rio com jacarés.
Eu e o Theo estávamos num acampamento bem no centro do Pantanal brasileiro e os nossos guias disseram que nadavam no rio desde crianças e que não havia problema. Como tal eu e o Theo passamos imenso temo a mergulhar e nadar sossegadamente. A verdade é que os jacarés pareciam com mais medo de nós que nós deles e só se chegaram para a parte onde nós nadávamos algum tempo depois de termos saído da àgua.

…os meus X-Men preferidos são a Storm, o Angel, o Iceman e o Northstar.
Efectivamente são tal como se pode comprovar nos perfis que fiz sobre cada um deles aqui no blog.

…sei tocar um instrumento musical, o trompete.
Quando era mais novo entrei para a banda filarmónica aqui da zona e aprendi a tocar trompete. Apesar de até gostar e de me dar jeito os trocos que recebia sempre que havia concertos, neste momento estou a fazer uma pausa nessa parte da minha vida. É preciso um estudo diário para o qual não tenho grande disponibilidade. Mas, a verdade é que conheci alguns dos meus melhores amigos nessa mesma banda.

…NÃO tenho um Pégasus tatuado nas costas.
Acho que já comentei aqui no blog que estava a ponderar ter mas só irei fazer quando tiver mesmo a certeza, provavelmente nunca…

…adoro cogumelos e sei quais posso apanhar para comer.
Na terra dos meus avós existem uns cogumelos facilmente identificáveis pelo seu tamanho grande e tons em castanho e bege que as pessoas da zona chamam de “frades”. Só existem no mês de Outubro e tal como a minha avó ensinou a minha mãe a distingui-los, também eu e os meus irmãos desde pequenos fomos instruídos neste pequeno saber de família. A verdade é que assados, misturados numa salada ou simplesmente a acompanhar o prato principal, não há nada melhor…

…quando era pequeno NÂO dizia que queria ser polícia como o meu pai.
Devido ao meu fascínio por bicharada eu queria era ser veterinário, só bem mais tarde me interessei pela psicologia.

…acredito em Extraterrestres.
Não, não se deve à minha perturbação do sono eheheh. Nem acredito em homenzinhos verdes com anteninhas. Simplesmente acho que o Universo é tão vasto que existirá algures outros planetas com formas de vida diferentes, mesmo que sejam microrganismos certamente haverá. Não deixa de ser acreditar em extraterrestres. ;)


Mesmo sendo um dos blogers que acompanho há mais tempo e de já nos termos encontrado pessoalmente mais que uma vez não deixo de ficar surpreendido por o Pinguim ter sido o único a acertar. Nem o Theo ou as minhas Kengas acertaram nos 3. ;)

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

"Greve Geral"

Ainda antes de desvendar as mentiras, apetece-me falar deste fenómeno caricato. Como hoje não tínhamos aulas, eu e as Kengas fomos para a faculdade adiantar trabalhos. Logo de manhã achei estranho que a quantidade de trânsito parecia inalterada. Mas enfim, pensei que o pessoal não tivesse aderido tanto assim à greve e como também não havia transportes públicos estava justificado.

Há hora de almoço estávamos numa ânsia por comida oleosa por isso eu as a gordas (ehehhe :p) encaminhamo-nos para o Mcdonalds perto da faculdade. Qual o nosso espanto quando nos deparamos com uma densidade populacional muito maior que o costume. Que é como quem diz, o Mcdonalds estava “à pinha”. Na verdade, não havia qualquer comparação com os dias de trabalho normais. Até encontrei uma antiga professora de matemática do ensino básico com a filhada toda. Quer-me parecer que a situação terá sido reflectida em todos os Shoppings, cinemas e restaurantes do país…

Com certeza terá havido aqui um erro de semântica e o povo confundiu “greve geral” com “feriado nacional”
Na minha humilde opinião as greves servem para a população comparecer em manifestações de desagrado ou no mínimo para se recatarem a fazer algo do útil ao invés de contribuírem para o marasmo e o consumismo nacional.
Não procuro de forma alguma indicar a quem quer que se seja o que deve fazer com o seu tempo, apenas estou aqui a evidenciar um contra-senso ou uma falta do coerência ou o que preferirem chamar.

Admito que possa estar errado mas quer-me parecer que às tantas o estado ainda vai sair a ganhar com a brincadeirinha. É menos um dia de salário que têm de pagar e o Zé-Povinho ainda andou por ai a estourar os poucos trocos que alega ter.
Quer-me parecer que como hoje foi dia de “festarola” o pessoal até nem se importou de usar as tão odiadas SCUT só para chegar mais rápido…

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Novamente :p

Lembram-se deste desafio? Há quase dois anos uma grande parte da blogosfera rendeu-se a ele e foi extremamente engraçado. Como tal decidi trazer o desafio de volta e é na verdade muito simples.
Vou dizer 10 factos sobre mim sendo que 3 deles são mentira e desafio-vos a descobri-las. ;)

1 – Sobrevivi a um acidente de viação precisamente porque desrespeitei uma lei básica de segurança.
2 – Sofro de uma perturbação de paralisia inicial do sono.
3 – Falo relativamente bem português, inglês e japonês.
4 – Já nadei num rio com jacarés.
5 – Os meus X-Men preferidos são a Storm, o Angel, o Iceman e o Northstar.
6 – Sei tocar um instrumento musical, o trompete.
7 – Tenho um Pégasus tatuado nas costas.
8 – Adoro cogumelos e sei quais posso apanhar para comer.
9 – Quando era pequeno dizia que queria ser polícia como o meu pai.
10 – Acredito em Extraterrestres


Desafio qualquer pessoa que tenha vontade a participar mas gostava especialmente de ver o Pinguim(mais uma vez), a Teté, os Coelhos, o Ryu e o Speedy.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

"GOSTO"

"Gosto" muito desta nova ideia que se espalhou pelo facebook como tal aderi de imediato. Não deixa de ser cómico olhar para a lista de amigos e ver lá o Simba, o San-Goku, o Tom Sawyer ou o Dartacão. Tudo amigos de infância que de facto há muito não via. De minha parte não poderia deixar de fora aqueles que foram os desenhos animados marcantes da minha infância. A primeira série dos X-Men passava na Tv no inicio da década de 90 e desde logo me identifiquei com os personagens e todos os dias sem falta sentava-me religiosamente a ver os episodios, na altura que a Tv passava desenhos animados de tarde depois das horas de escola.
Claro que, apesar de interessante, a série era muito mais simples e criada para a minha faixa inferior à dos leitores de BD. Lembro-me que foi nessa altura que comecei a pedir Bds aos meus pais. Na verdade, prestava mais atenção aos desenhos do que à história porque me era difícil de compreender algumas coisas que só mais tarde vim a conseguir processar. Quem lê bds da Marvel, e mais concretamente dos X-Men, não se pode desviar de lidar com temas como exclusão social, racismo, homofobia, fanatismo religioso, etc…
Como eu sempre digo, os X-Men são companheiros de infância, modelos de valores da adolescência e momentos imprescindíveis na adultez.
Foi graças aos X-Men que desde cedo comecei a ler e a compreender inglês o que me foi extremamente útil em todas as situações ao longo da vida até ao momento e que compreendi que a diferença deve ser respeitada e que não havia nenhum problema em ser-se diferente dos outros.
Segue o genérico do desenho animado da altura. :)

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

2 anos de muita história!

2008 estava a ser o pior ano da minha vida devido a uma série de problemas que surgiram em simultâneo. Contudo, em Outubro desse ano, conheci alguém que fez com que 2008 valesse a pena lembrar.
Das primeiras vezes que saí com o Theo, éramos apenas dois amigos. Eu tinha saído há poucos meses de uma relação complicada que só me deixou marcas negativas e sabia que o Theo estava cá apenas de passagem. Como tal, sentia-me seguro e cheguei a dizer-lhe com o ar mais convicto do mundo que era “incapaz de ter uma relação com alguém que eu sabia que ia embora”. Pela boca morre o peixe e ainda hoje ele me lembra dessa mítica frase que usei na altura para dar a entender que não íamos ser mais que “amigos”.
No entanto, há coisas que não se escolhem e naquela tarde de Novembro, tudo começou a mudar. Quando demos por nós estávamos a comprometer-nos um com o outro e tentávamos não pensar no inevitável futuro. Todos os dias, quando saíamos da faculdade, encontrávamo-nos, fazíamos o jantar e eu voltava para casa já tarde, sempre no último metro. Aos fins-de-semana pegava numa mochila e abancava em casa dele. Tínhamos uma vida junta naquela altura, mas foi quando viajamos em Janeiro de 2009 que percebi que não ia conseguir simplesmente acabar tudo quando o visse entrar num avião. Mas o dia chegou, rápido de mais… Nos últimos dias de Julho de 2009, estava marcado o regresso após um ano a estudar cá…
Foi dos piores dias da minha vida, foi um corte tão radical que de um momento para o outro fiquei sem saber como ocupar aquela parte do tempo que lhe era destinada. O contacto físico, o toque, o beijo e o abraço quente foram substituídos diariamente por um monitor frio de computador. Nunca acreditei em relações à distância mas aquilo que sentia por ele não me deixava dizer “acabou”.
Contudo, a verdade é que passei a acreditar que quando se gosta tudo se supera. Mantivemo-nos juntos apesar de longe, falando todos os dias na net várias horas até que em Janeiro de 2010 chegou a minha vez de conhecer um pouco mais o país dele. Foi a melhor viagem da minha vida. Só eu e o Theo a desbravar o Brasil. Depois de conhecer a família pegamos no carro e num mapa e embarcamos pela mais longa viagem de sempre. Foram muitos quilómetros de estrada mas tive a oportunidade de realizar alguns dos meus sonhos. Visitar as Cataratas do Iguaçú foi maravilhoso e explorar o Pantanal foi um sonho tornado realidade onde tive a oportunidade de ver no estado selvagem toda a bicharada que tanto me fascina, até com crocodilos selvagens nadamos :p.
Depois de pouco mais de um mês e de conhecer dezenas de lugares e de pessoas incríveis, a viagem de sonho terminou e voltei sozinho para Portugal. Vinha triste claro, no entanto, vinha com uma força renovada. Sabia que se tínhamos conseguido uma vez íamos conseguir mais. A verdade é assim foi, em Julho deste ano encontramo-nos de novo em Amesterdão e depois foi altura de mais uma vez fazer-nos à estrada, desta vez aproveitando para lhe mostrar alguns dos recantos e sabores maravilhosos de Portugal. Mas um mês sabe a tão pouco…
Mais uma separação se seguiu. Mas, eis-nos aqui, no dia 15 de Novembro, dia que celebramos o nosso 2º aniversário juntos. Apesar de separados, sinto-nos mais fortes que nunca, mais apaixonados que nunca. E é a isso que nos vamos agarrar. Em breve acabaremos o curso e poderemos finalmente estar juntos mas para já, conto os dias até chegar 18 de Janeiro altura que embarcarei de novo para reencontrar a pessoa mais significativa da minha vida neste momento. Então celebraremos tudo que temos em atraso, até lá, sabemos que os sentimentos viajam pelo tempo e o espaço…

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Northstar Busted!!! :p


(Clicar na imagem para aumentar)

Hercules é o semi-deus que toda a gente conhece da mitologia grega. Nas bds da Marvel é também integrante da equipa de super-herois conhecida por The Avengers que por vezes interage com a equipa dos X-Men embora tenham pouco em comum.
Recentemente foi prestada uma homenagem ao Hercules por ele ter sido o principal responsável por salvar a Terra num determinado evento. Contudo, parece que algumas das super-heroínas que já tinham lutado e “deitado” com o Hercules resolveram abordar publicamente o assunto.
O Northstar por sua vez, apesar de assumidamente gay, preferiu pirar-se a grande velocidade invés de se pronunciar sobre as suas expriências passadas com o Hercules… :p

Bem, mas não é qualquer dia que se engata um deus eheheheh, well done Northstar!! ;p

domingo, 7 de novembro de 2010

Ataque do Cinéfilo

Este fim-de-semana foi tirado para por o cinema em dia. Vi 10 filmes e como tal tenho algumas recomendações a fazer. O primeiro Freedom Writers, na verdade, vi na semana passada na faculdade no âmbito da cadeira de Modelos Explicativos em Psicologia da Justiça. A cadeira foi excepcionalmente dada pela professora Ana Sofia Neves e tratava essencialmente sobre os conceitos sociais de crime, desvio e normalidade. Depois de quatro horas de matéria foi-nos possível relaxar um pouco e no final tivemos oportunidade de discutir o filme sobre o ponto de vista daquilo que tínhamos falado naquele dia.
O filme baseado numa história real e em pessoas que ainda existem, segue a vida de uma professora do ensino secundário, interpretada por Hilary Swank e nomeada para leccionar uma turma problemática onde se inseriam vários grupos socioculturais distintos com actividades criminosas rivais, integrantes de gangs distintos. É na verdade um filme emocionalmente muito forte em que vemos o trabalho árduo da professora quando tudo está contra ela e aquilo que alcançou com meios pouco ortodoxos mas eficientes…
Vale mesmo a pena, fica o trailer.





Já em casa tive oportunidade de ver um filme relativamente recente. Brothers, com Jake Gyllenhaal, Natalie Portman e Tobey Maguire nos principais papéis. Dois irmãos, Tommy e Sam, com comportamentos e personalidades completamente distintos são o foco deste filme. Quando Sam aceita uma missão militar no Afeganistão e é feito refém por terroristas, a família recebe a notícia da sua morte. Por sua vez, Tommy que sempre havia vivido de uma forma irresponsável sente-se de repente compelido a auxiliar as pequenas sobrinhas e a cunhada tornando-se perigosamente próximo. Mas tudo muda quando Sam é resgatado e regressa a casa começando a desenvolver sintomas de uma Perturbação Pós-stress Traumático





Kinsey é um excelente filme biográfico da vida de Alfred Kinsey intrepretado por Liam Neeson conhecido como o pai da sexologia. Este biólogo criou polémica com os seus estudos baseados em entrevistas e questionários anónimos sobre práticas sexuais numa sociedade extremamente conservadora dos anos 30 e 40. É engraçado vermos a resposta hipócrita daquela sociedade quando os estudos reflectiram que a maior parte da população tinham comportamentos sexuais que eram considerados legalmente e moralmente puníveis na altura tais como o sexo oral, a masturbação e a homossexualidade.
Uma grande parte das descobertas e das teorias de Kinsey continuam hoje em dia em vigor mas muitas foram destronadas. Os seus métodos da altura são hoje considerados também completamente anti-éticos e na minha opinião Kinsey e a sua esposa tinham uma visão da sexualidade demasiado… “moderna” mesmo para os dias de hoje e muito se discute ainda actualmente sobre a vida privada deles. Kinsey foi também o responsável da escala mais famosa da orientação sexual que tinha 6 níveis sendo 0(zero) exclusivamente heterossexual e 6 exclusivamente homossexual. A surpresa surge quando os estudos revelam que a grande maioria da população a responder aos questionários se coloca algures entre o 1 e o 3 e não no 0 como a sociedade esperava e continua a esperar actualmente.





Por fim não podia deixar de fora uma excelente animação. How to Train Your Dragon foi uma verdadeira lufada de ar fresco e um filme que me deixou vários sorrisos diferentes. Sem dúvida o trabalho de muito esforço e de mentes geniais. As expressões do Fúria da Noite, o dragão principal, são impagáveis. Dêem uma olhada porque vale mesmo a pena.


sábado, 6 de novembro de 2010

Chrno Crusade

Chrno Crusade é de todos os animes que já vi, o meu preferido. Estou na verdade a ver a série pela 4ª vez o que não é difícil dado que só tem 24 episódios.

O anime japonês é baseado na mitologia católica e uma das personagens principais é uma menina proveniente de Fátima. Deve ser o único anime do mundo que tem uma personagem portuguesa. A história desenrola-se em torno de uma organização de freiras e padres treinados para destruir e exorcizar demónios na altura em que a 2ª guerra mundial se aproximava e que as supostas profecias de Fátima surgiram.

Tem uma banda sonora fenomenal, uma arte desenhada soberba como só o Japão consegue fazer, personagens extremamente cativantes e com quem conseguimos empatizar emocionalmente, por vezes, mais do que gostaríamos. É imensamente completa com acção, drama, comédia e sobrenatural. Conheço pessoas que viram o primeiro episódio e não gostaram muito, de facto os primeiros dois são muito introdutórios, mas quando a trama se começa a desenrolar é impossível não se ficar preso a esta história. De resto, a religião é apenas o plano de fundo onde são abordados temas extremamente interessantes e com uma grande intensidade. Surpreendeu-me a perspectiva do ciclo da vida que os autores exploraram, já existente mas diferente da que a religião católica defende.

Sempre acreditei a velha lei de Lavoisier que diz que “no Universo nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”, mesmo a alma ou o espírito ou o que quiserem chamar. A verdade, é que a vida é energia e como tal, acredito que quando morremos essa energia flui para o meio ambiente alimentando e dissipando-se pelos novos seres que surgem em todo o mundo.

Bem depois deste post mais espiritual, deixo-vos um clip de vídeo da série centrada na minha personagem preferida, a Satella Hervenheit, uma bruxa proveniente da Alemanha que tinha o poder de invocar certas criaturas a partir de jóias ancestrais. Não era a personagem principal mas tinha uma história extremamente cativante.


Se um dia tiverem de ver uma série japonesa que seja esta. Deixo AQUI o link para quem quiser fazer o download dos episódios originais com legendas em português (do Brasil). Cada um tem 20min ocupa pouco mais que 45Megabites e com uma qualidade bastante razoável.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Northstar

Jean-Paul Beaubier é um mutante oriundo do Canadá e o primeiro e mais conhecido super-herói assumidamente gay da Marvel.
Jean-Paul e a sua irmã gémea Jeanne-Marie, partilham os mesmos poderes e foram criados separadamente por famílias adoptivas quando os seus pais biológicos morreram num acidente. Só anos mais tarde, quando os poderes de ambos se manifestaram e quando integraram a equipa canadense de super-heróis, a Alpha Flight, é que se reencontraram.
Nessa mesma equipa Northstar foi colega de Wolverine com quem travou amizade, mesmo antes deste integrar nos X-Men. Com a partida de Wolverine as duas equipas encontraram-se diversas vezes primeiro como rivais e depois entreajudando-se e combatendo lado a lado.
Apesar de actualmente ser comum a existência de diversos super-heróis inseridos na temática LGBT, na década de 80 quando o personagem foi criado, o editor chefe, Jim Shooter, proibiu todos os criadores e escritores de assumirem que qualquer personagem tinha uma orientação diferente da heterossexual. Contudo, ao longo dos anos, o criador e escritor das Bds da Alpha Flight foi deixando inúmeras pistas subtis relativamente à orientação sexual de Jean-Paul. Apenas em 1992 foi permitido ao Northstar dizer “I am gay” durante uma conferência de imprensa onde falou também na pequena bebé com SIDA que tinha adoptado. Nesta altura, o escândalo rebentou, a Bd em questão esgotou completamente em todas as bancas e as vozes críticas levantaram-se. A bebé adoptada faleceu pouco tempo depois e as vendas das Bds da Alpha Flight decresceram tanto desde a altura que Northstar se assumiu que teve mesmo de ser cancelada e o personagem andou meio desaparecido por uns anos…
Em 2001, as mentalidades tinham mudado relativamente e foi altura do personagem reimergir. Como grande campeão de diversos desportos de neve e empresário de sucesso no negócio dos equipamentos de desporto, Northstar era agora um jovem milionário e encontrava-se numa sessão de autógrafos do seu recente livro “Born Normal” quando Jean Grey o contactou. Era altura de Northstar integrar a equipa de mutantes mais conhecida, os X-Men. Apesar de inicialmente hesitante, o jovem aceitou a proposta e mais tarde tornou-se professor de diversas disciplinas para os mutantes mais novos na mansão dos X-Men.
A estadia com os X-Men tem sido muito atribulada para o Northstar que experienciou uma atracção não correspondida pelo Iceman e foi alvo de homofobia por dois colegas de equipa, o Omerta e o Juggernaut embora tenha resolvido a questão com uma serie de murros no nariz à velocidade da luz. Ambos os personagens vieram mais tarde, à sua maneira, a pedir desculpa, a aceitar o Northstar em pleno e a criar laços de amizade com ele.
Diversas razões fizeram com que Jean-Paul de afastasse dos X-Men algumas vezes ao longo destes anos mas recentemente é um membro incondicional da equipa em San Francisco. Matem também um namoro com um humano afro-americano chamado Kyle que gere os negócios do Northstar quando ele está muito ocupado a ser um super-herói.
Poderes: Além de poder voar, este mutante tem a capacidade de se mover quase à velocidade da luz o que lhe permite dar murros e golpes a grande velocidade, criar pequenos tornados ao correr em círculos entre outras capacidades. A sua mutação conferiu-lhe também umas orelhas em bico como as dos elfos e um cabelo que varia entre o branco e o preto. Quando se encontra próximo da irmã, os dois podem dar a mão para criar uma reacção de aceleração dos protões do meio ambiente criando devastadoras explosões luminosas que destroem tudo em redor. Este personagem não aparece em nenhuma das adaptações ao cinema até ao momento. Pessoalmente, como é claro, é um dos meus personagens preferidos ocupando o 4º lugar do meu top. Identifico-me muito com ele, acho importante a sua existência na equipa apesar da sua personalidade um pouco altiva e prepotente. Embora seja isso que também lhe dê muita da piada. Se ainda não repararam, desde sempre, a pequena imagem que identifica o meu blog quando comento outros blogs, é o Northstar.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Psicodesportintus

Acabaram as duas semanas de recepção ao caloiro, embora a Latada no Porto tenha sido adiada por causa do mau tempo. Foram duas semanas de variadíssimas actividades, muito bem passadas e com muito divertimento junto de velhos e novos colegas.
Nem todos partilham da minha opinião de que os caloiros deste ano são dos melhores de sempre porque já houve algumas confusões com alguns caloiros que decidiram andar à batatada… Enfim, certamente membros da apelidada “geração morangos”…
Os caloiros que permaneceram na nossa trupe têm na verdade sido um exemplo e já foram até chamados para representar a nossa faculdade nas actividades da academia.
Como já referi, na minha faculdade a praxe é dividida por grupos, as trupes que disputam entre si numa rivalidade saudável. numa das actividades de praxe tivemos de ajudar os caloiros a improvisar algo para apresentarem ao Consílio de Veteranos. Os Psicodesportintus de imediato puseram as mãos à obra para tentarem ser a melhor trupe. A verdade é que tivemos pouco mais de duas horas para pensar em algo, tornar engraçado, ensaiar e actuar. Mas fizemos o melhor que podíamos eheh.
Deixo-vos o vídeo, filmado por mim onde se pode ouvir a minha Kenga Best a dirigir a actuação :p. Desafio-vos a descobrirem quais são as musicas originais que se encontram por trás das nossas alterações à letra. Quanto à apresentação inicial, certamente só aqueles da minha geração é que irão compreender de onde foi retirada ;).
O som também não está muito bom (maquina foleira), ao vivo não parecia tão mau :p.

video

Ps: Para aqueles que se estão a perguntar porque que a nossa trupe tem aquele nome eu explico. A nossa trupe é maioritariamente constituída por colegas de PSICOlogia e de DESPORto. O TINTUS, digamos que é em homenagem ao nosso vinho do Porto… :p