domingo, 21 de junho de 2009

Joanne Harris



Uma das minhas escritoras preferidas e cujos livros recomendo. Depois de ter lido “Chocolate” fiquei extremamente interessado em ler mais livros escritos por Joanne Harris. Embora o filme baseado tenha desiludido bastante, “Chocolate” é um dos meus livros preferidos e como tal continuei a acompanhar a vida de Vianne e Anouk na continuação intitulada “Sapatos de Rebuçado”. Foi simplesmente delicioso um livro à altura de “Chocolate”. Com um enredo que nos transforma em prisioneiros do livro, uma descrição que nos faz crescer água na boca e quase se sente o cheiro a chocolate quente. As personagens parecem tornar-se nossas vizinhas e de minha parte cheguei a determinada altura que já estava tão intrínseco nas motivações de cada personagem que não conseguia nem odiar a pérfida Zozie e esperava que ela se safasse no final.

Hoje terminei também a leitura de outra das suas obras, (“Gentelman & Players” ou em português “Xeque ao Rei”), um livro com um tema, história e personagens muito diferentes dos anteriores. A acção passa-se maioritariamente num Colégio Masculino e é sem dúvida o enredo mais complexo que alguma vez vi. Com uma reviravolta final estonteante e uma leitura complexa onde os mais pequenos pormenores são importantes.
A minha relação com este livro foi de amor/ódio. Eu gostei da trama, de algumas personagens, do desenrolar dos acontecimentos, da analogia ao xadrez e até não desgostei do final. Contudo este livro abordava frequentemente relações homossexuais de uma forma que não era de todo preconceituosa mas trazia consigo implícito um pouco de perversão e injustiça. Tive a nítida sensação que a autora não era muito conhecedora do tema e não levou o assunto na melhor direcção. De qualquer modo recomendo o livro por não acredito que alguém consiga prever o final. Alerto para o facto de que o livro quando traduzido para português perdeu grande parte da sua essência, embora não tenha sido nada de crucial, mas não vou dizer o porquê para não estragar o clímax final a ninguém que planeie lê-lo.

12 comentários:

Theo.. disse...

Também amei o Chocolate, no decorrer da história é incrível como conseguimos praticamente sentir os cheiros graças a narrativa muitíssimo bem detalhada, bem como escrita. Quanto aos outros 2 livros ainda não os li mas assim que tiver oportunidade o farei.
Bjos mor :)

pinguim disse...

Vendo muito bem os livros dela publicados pelo "Círculo de Leitores".
Abraço.

ψ Psimento ψ disse...

Theo: Sim é verdade, e aproveito para te lembrar que eu te dei o Chocolate para quando tu acabasses de ler, o desses a alguém e ainda no outro dia o vi em tua casa encostado!!! XD

Pinguim: Acredito que sim devias ler o Xeque ao Rei tenho a certeza que ias gostar!

Rafeiro Perfumado disse...

Não conheço nenhum desses livros, apesar de ter muita curiosidade em ver o filme Chocolate, pois entra um dos actores que mais admiro. Raio do tempo que não dá para tudo...

Abraço!

ψ Psimento ψ disse...

Rafeiro: O filme não é de todo mau, mas não se compara ao livro. As interpretações dos actores no entanto, são algo que sem duvida deve ser admirado. Abraço

Cunha Barreto disse...

Caro Psimento Boa Tarde!
Desde há uns dias que saltando de Blogue em Blogue vim aqui parar e tenho vido cá dar uma espreitadela de quando em vez. Primeiramente deixe-me congratula-lo pois parece-me um jovem com inteligência e personalidade, contudo quer-me parecer que as confusões próprias do inicio da vida adulta, para si, podem estar a causar-lhe algumas dificuldades. Já pensou por um segundo que toda esta historia de homossexualidade que alimenta poderá ser algo passageiro e próprio das confusões da juventude! Poderá estar a danificar a sua relação com a família com base numa crise existencial. Imagine como deveria ficar o seu pai magoado se ao aqui entrar se deparasse com a sua foto a beijar outro rapaz! Vale a pena este ódio entre pai e filho? Pergunte-se?
Eu pessoalmente não me considero uma pessoa preconceituosa e estamos num pais livre. Contudo por essa mesma razão não sou, por exemplo, obrigado a aceitar socialmente casamentos gay. Casamento é o meu e o da minha esposa, o do meu pai e o da minha mãe, o do meu avô e da minha avó! Dois homens ou duas mulheres podem ser um homoajuntamento uma homoaliança ou a expressão que vos apetecer criar! Agora casamento é que não é e nunca será! Não adianta lutar-se pela igualdade quando de facto se é diferente. Ninguém pode dizer à face da Terra que heterossexual é igual a homossexual! Os homossexuais são diferentes e têm que o aceitar. Não podem mudar condutas milenares! Querem o que dominar o mundo?
Espero que respeite a minha opinião como eu respeito a sua e consiga atempadamente por as suas ideias no lugar pois julgo que merece mais que a vida que esta a construir e acredite que a homossexualidade não é o caminho!

Gata Verde disse...

Twnho de ler esse livro; "chocolate", já ouvi maravilhas!

beijocas

ψ Psimento ψ disse...

Barrete: Nem vou gastar o meu tempo com ignorancia...

Gostei da Gay World Domination

Gata Verde: Lê que vais adorar, não é muito grande nem muito caro e tem uma historia fantástica!
Beijos

I'm a Saint! disse...

=S Ainda não li nenhum... embora já me tenham dito que "Chocolate" é realmente muito bom.

ψ Psimento ψ disse...

Saint: Estou certo que qualquer um dos 3 tu vais adorar!

joana disse...

Vi o filme chocolate,mas não li o livro ainda,sinto muita curiosidade porque pessoas minhas amigas que já leram o livro e viram o filme disseram me que o livro é mais interessante do que o filme.E vou comprovar isso quando conseguir ler o livro
Beijinho grande

So disse...

pois eh..ainda estou ah espera que o Theo me de o livro =P loool
tu pareces uma makina a ler, msm com 5000 bd's por dia ainda consegues ler livrinhos. es o meu idolo! lol