domingo, 23 de agosto de 2009

Até Breve...

Sei que há muito que não venho cá, mas a verdade é que não tenho tido muita disposição. O T*** partiu para o Brasil já há três semanas e ainda nos estamos a adaptar à nova condição.
A despedida foi um momento que prefiro nem falar muito. Passamos os últimos dias juntos em casa dele mas no dia antes da partida saímos ao fim da tarde, com a intenção de irmos os dois jantar, claro que ele não sabia que no restaurante nos esperavam grande parte dos nossos amigos mais importantes, nomadamente o R** e as kengas que estavam lá em peso (sim porque engordaram no verão e eu sei que adoram quando eu digo isto). O Jantar correu animadamente como sempre com boa disposição e depois seguiu-se uma ida até um dos cafés da praia de Leça para podermos saborear um gelado. No fim, apesar de já serem quase duas da manha ainda faltava algumas horas para a partida. Como tal fomos todos para minha casa, por cá já toda a família dormia mas a minha mãe que já sabia que íamos abancar pela sala deixou preparado o lanche para a madrugada no sentido de ajudar as kengas a tornarem-se as mais obesas do planeta! A boa disposição reinou madrugada fora com algumas novidades e o jogo do Party Company Extreme! De manhãzinha partimos para o aeroporto que fica a cinco minutos de minha casa, mas mesmo assim ir para lá de carro ainda nos fez dar umas voltas a mais.
Os últimos momentos foram sem dúvida marcantes e mesmo um pouco dolorosos, já tínhamos falado muito sobre o assunto mas nada nos prepara para uma separação. Um abraço apertado e um ultimo beijo rápido no aeroporto e não ouve forma de nenhum de nós segurar as lágrimas…
Temos falado pelo telemóvel e pela net, em Janeiro vou ter com ele e no próximo Verão se tudo correr bem o nosso gaúcho está de volta. Contudo, na hora do adeus, nem as kengas nem eu resistimos às lágrimas que teimava em toldar a visão ao vermos partir alguém que, apesar de inicialmente tímido, se tinha tornado uma presença indispensável, um olhar sempre terno, um pilar incondicional, um amigo para todas as ocasiões e uma pessoa especial….aquela pessoa especial… @mo-te…

12 comentários:

Gata Verde disse...

Como te compreendo!!! Detesto separar-me do meu Rafeiro, nem que seja durante uns dias. Nunca consigo controlar as lágrimas...
Força amigo! Já falta pouco para se encontrarem!
:)

beijocas

F3lixP disse...

Eu vivo a distância todos os dias e sei bem do que falas! Pensa na data em que tudo voltará ao normal, tens essa vantagem, uma data!
Abraço

pinguim disse...

Caro Psi
eu estou como o Félix; esses momentos são muito dolorosos, mas quando há uma data para o reencontro, tudo custa menos...
Abraço grande.

Tongzhi disse...

Deve ser terrível essa separação... nem sei o que escreva. Tudo o que se diga, deve saber a tão pouco...
Abraço

Pijaminha disse...

Uma separação e uma despedida longa custa sempre imenso, por isso, percebo-te perfeitamente o que sentes.
Um grande abraço!

The Unfurry Swear Bear disse...

Psi, pensa sempre positivo, podem-se ver facilmente, agora há webcams, há viagens de avião mais baratas, e vocês têm todo o tempo do mundo.
Estar separado é muito duro, mas quando as vontades se conjugam, tudo está só a um alcance de mão.

Kenga Madre disse...

Holá meu KING TODO PODEROSO :D
Hj decidi paxar por cá para ver se tinhas algo de novo ..
.. e aki está um "Até breve ..."

Não sei bem o k te dizer ..
.. por mais k se pense estar preparado .. esta noite de que falas foi mt sentida ..
.. e já de grandes saudades

Não tenho mt jeito pr escrever . .e por ixo te deixo algo k li ..

" Amigo/a é aquele/a que o tempo não apaga ...
.. a distância não separa e a maldade não destrói
Amigo/a é um ser diferente, é auqle/a que está sempre presente ...
... quando a solidão dói. "

Por isso já sabes .. conta sempre cmg .. seja pró k for

Bem .. voum deixar de lamexixes :)
Já tou abusar um bocadinhu ;)

ψ B E I J O ψ

Algbiboy disse...

As partidas são sempre complicadas, mas é como dizes no título, até breve...
Abração grande
Miguel

Aequillibrium disse...

ohhhhh


abração

I'm a Saint! disse...

Um dia do reecontro chegará! =)

Theo.. disse...

Não tenho palavras, nem cheguei a metade e as lágrimas já estavam rolando... Sou mesmo um manteiga derretida, devia mesmo era ter ido sem avisar. Amor, sabes que AMO-TE muito e mesmo longe eu sempre penso em ti e estou sempre contigo :D Janeiro chegará logo :) Um beijo grande e fica bem meu trenguinho

X disse...

Tens que pensar no momento em que se vão voltar a reencontrar. Força eu sei que não te falta!
E enquanto esperas vai ver o meu blog que tens lá um desafio!
Abraço