quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Últimos Filmes

"Captain America: The First Avenger" de 2011. Tinha da falar neste filme como é claro. Não é que tenha gostado muito, na verdade dos três filmes da Marvel que saíram em 2011 este foi o mais fraquinho, na minha opinião. Eu ia com baixas expectativas e mesmo assim não foram superadas. Primeiro colocaram o Chris Evans no papel do capitão e torci logo o nariz. Quer dizer, o rapaz ainda há pouco fez de Human Torch no Fantastic Four que nas bds é um super herói amigo (e vizinho) do Capitão América... Ou seja, como podem ser a mesma pessoa???? Desculpem mas não acho nada bem...
Mas PIOR!!!!!! Depilaram o peito do rapaz... Não se faz...
De resto a história era básica e os personagens usados eram desinteressantes e pouco conhecidos. Algumas das cenas clássicas que fãs tanto têm em mente também foram alteradas.... Até gostei mais do filme do Green Lantern, que é um super-heroi da DC que mal conheço do que deste.




"Toast" de 2011, por seu lado foi uma agradável surpresa. Decidi ver apenas pela participação de Helena Bonham Carter, actriz que adoro, mas como não sabia nada do filme as expectativas eram baixas. Mas o filme era tão terno e delicioso que se fica mesmo com água na boca. Inspirado na infância e adolescência do famoso Chef Nigel Slater e na descoberta do seu gosto pela cozinha mas também da sua identidade.




"The Cure" de 1995 é um filme que já está muito descontextualizado na nossa sociedade actual (espero eu) mas que mesmo assim transmite uma belíssima história de amizade entre um rapaz com uns pais completamente negligentes e um menino seropositivo. Embalados pela eterna ingenuidade das crianças os dois embarcam numa viagem cheia de falsas esperanças para tentar conhecer um médico fraudulento que alegava ter descoberto uma cura. Com belíssimos momentos e com dois actores com um talento evidente. O primeiro, Joseph Mazzello que todos certamente nos recordamos no papel de pequeno Timmy no clássico filme "Jurassic Park" e mais recentemente na pele de Dustin Moskovitz, um dos criadores do facebook em "A Rede Social". Contracenando com Joseph tínhamos o actor Brad Renfiro que teve uma recheada carreira no mundo do cinema até à sua prematura morte em 2009. Lamentavelmente ao 25 anos, o jovem actor faleceu vitima do seu consumo de heroína...



"Hachiko: A Dog´s Story" de 2009 é baseada no mais famoso cão japonês e o filme mesmo desviando-se do contexto real não deixa de nos emocionar. Hachiko era um cão que todos os dias acompanhava o seu dono à estação de comboio e aguardava que este voltasse do trabalho para irem juntos para casa. Contudo, certo dia, o dono não regressou de trabalhar pois havia falecido... Assim, acontecesse o que acontecesse, todos os dias Hachiko corria para a estação e aguardava fielmente o regresso do seu melhor amigo, fez isto até ao próprio dia da sua morte...
Deixo agora uma foto do verdadeiro Hachiko e da estátua construída na estação de Shibuya em sua homenagem.

15 comentários:

pinguim disse...

Apenas vi o "The Cure", mas já há muito tempo, e mal me recordo; mas tenho cá o filme...

Lyn disse...

Só vi o capitão américa e estava à espera de muito mais!

**

Francisco disse...

Só vi o Hachiko. Fui com um grupo de amigos e a senhora da bilheteira disse que ia-mos sair de lá a chorar lol.

Fiquei curioso para ver os outros.

Lyn disse...

É verdade meu amigo, tão verdade que até dói...

Lyn disse...

Se quiseres não aceites este comentário visto que é totalmente out of context. És do Porto de que local?

Theomentos disse...

Não vi nenhum deles.
O Capitão América não me chamou a atenção depois das tuas críticas, porém quero ver o Chris (gostou da intimidade?!) com o peito nu SIM :P
O Toast deixou o gordo cá com água na boca :P
O the cure também não me chamou muito a atenção e se ainda dizes que está descontextualizado...
Hachiko meu tio foi ver e disse ser realmente muito giro, porém não consegui ver. Se puderes guarda pra eu ver depois >D
Amo-TEEEEEEEEE pervinho

Lyn disse...

Hm,águas santas here ahah...conheces alguma Aida?

sad eyes disse...

Os novos heróis depilam-se. Acho muito bem :p

Denise disse...

E desses ainda não vi nenhum!

**

ψ Psimento ψ disse...

pinguim: Já é antigo de facto mas sempre uma boa historia.

Lyn: Eu também gostava que fosse muito melhor e tinha potencial para isso. Aqui por estas bandas não conheço nenhuma Aida não...

Francisco: Recomendo especialmente o Toast.

Theo: Eheheh podemos ver os dois que eu não me importo. Intimidade eu chamo de Tochinha que ainda é mais intimo :p Olha que o "The Cure" é muito bom na mesma.

sad eyes: Eu não acho, não acho nada bem aliás. Valha-me o meu Wolverine :p

Denise: Corre, corre e vê ;)

Loot disse...

Concordo totalmente em relação ao Captain America. Eu até ia com alguma expectativa mas achei a mais fraca adaptação de BD deste ano. A 1º metade tem a sua graça mas a 2º é aborrecida.

Tal como tu até preferi o Green Lantern. Para este ia com as expectativas muito em baixo e até me diverti. Optava por outras coisas, esperava que os lanternas ajudassem o Hal no fim por exemplo, não usaria o parallax para 1º vilão etc etc.

Quanto ao Chris Evans não me incomoda, o quarteto não vai entrar nos filmes dos avengers por isso...
Mas a estrela do filme é o Hugo Weaving.

Abraço

Rafeiro Perfumado disse...

Só vi o primeiro, e achei fraquinho, com demasiadas cenas à hollywood, mas que ofendem os espectadores mais exigentes. Abraço!

Meia Noite e Um Quarto disse...

Já tenho (ia escrever uma expressão juridicamente incorrecta em vez do "tenho" lol) o toast...provavelmente vou vê-lo amanhã em boa companhia e a comer gelado:-)

só para reiterar a resposta que te dei lá no meu blog, pessoas grandes ñ têm opiniões pequenas!! ;-)

Teté disse...

Capitão América nem pensar, as duas sugestões seguintes parecem-me agradáveis! O último, só num dia muito especial, porque essas histórias com animais comovem-me demais... :)

Beijocas e bom fim de semana!

ψ Psimento ψ disse...

Loot: Enfim, infelizmente penso que a linha Avengers vai seguir o mesmo caminho... Sim, sem dúvido o Hugo foi de longe o melhor do filme, mas isso já se esperava desse actor.
Quanto ao Green Lantern também pensava que os outros lanternas fossem ajudar. Afinal tanto medo do super poderoso vilão e bastou um lanterna para dar cabo dele.
No que toca ao Chris independentemente de o quarteto não aparecer em nenhum filme com o cap, num franchise em que crossovers são o pão nosso de cada dia fica mal ver este tipo de coisas... É que apesar de o Tocha e o Cap provavelmente nunca irem partilhar o mesmo filme sabemos que existem em simultâneo.

Rafeiro: Fraquinho mesmo, nem mesmo gostando do actor fiquei convencido com este filme.

00:15 Depois dá-me feedback do filme então ehehhe.

Teté: Uma boa sessão de catrase faz sempre bem.

Cumprimentos a todos