terça-feira, 26 de abril de 2011

Millennium

Há alguns meses terminei de ler a fabulosa trilogia da Millennium e ainda não tinha abordado aqui no blog. Escritos por Stieg Larsson, estes livros tornaram-se um fenómeno mundial ao qual o autor, infelizmente, não teve oportunidade de assistir dado que faleceu em 2004 vítima de um ataque cardíaco.
A sua companheira de vários anos, Eva Gabrielsson, tem em sua posse vários documentos que poderiam servir para constituir pelo menos mais 2 volumes. No entanto, dado que Eva e Stieg apesar de viverem juntos, não eram casados e como não havia testamento, todo o valor da venda dos livros de Stieg vão directamente e exclusivamente para a sua família. Possivelmente os leituras nunca terão oportunidade de ler esses volumes mas, felizmente, no fim do 3º já é dado um final ao enredo.
Stieg sempre fora um defensor dos direitos das mulheres desde os 15 anos em que assistiu impotente, vários homens a violarem uma jovem de nome Lisbeth. Ironicamente, Lisbeth é uma das personagens principais da trilogia, tendo também ela sido vitima de violência sexual ao longo dos livros, mas Lisbeth recusa-se a assumir uma postura de vitima. A violência contra as mulheres tem assim um papel primordial nestas obras de Stieg Larsson assim como, a corrupção política, o poder dos mídia e a influência que a aparência física tem nos nossos direitos sociais.
Deixo também o trailer dos filmes que como já se sabe não fazem nem sombra à qualidade dos livros.








10 comentários:

Teté disse...

Sabes que sou fã incondicional desta trilogia "Millennium" que, para mim, foi do melhor que li no ano passado. :)

E também pesquisei esta estranha história da companheira ter herdado apenas os seus bens pessoais e a casa onde viviam em conjunto e os direitos de autor terem ido para os familiares. Ao fim de 32 ANOS DE VIDA EM COMUM?! Ou seja, a lei e os tribunais suecos parecem estar ainda muito limitados por um conservadorismo moralista digno de... dó!

Dos filmes só vi o primeiro, mas parece que em Hollywood estão a realizar um filme baseado na obra. Mas vamos ver, que os americanos às vezes têm um bocado a mania de fazer alterações nos livros, que depois não têm nada a ver. de qualquer das formas, se apanhar aí a trilogia dos filmes suecos (acho que foram realizadores diferentes em todos eles), certamente que os vejo... :)))

Beijocas!

Blog Liker disse...

Não conhecia, mas obrigado pela sugestão! Confesso que nunca fui muito adepto dos livros e filmes com continuidade ou em forma de trilogia...

Um abraço!

Ikki disse...

Já parei na Fnac em frente a estes livros algumas vezes! E tenho vontade de os ler, mas não tenho é muito tempo! Tenho uma pequena torre de livros para ler, em espera!
Mas estão na minha lista. Já tinha vontade de ler, agora ainda mais!

Abraço,
Ikki

Theomentos disse...

Como não tenho boa memória tive que puxar um pouco para lembrar que já tínhamos visto os dois primeiros, na altura em que fomos ver o terceiro. Gostei imenso dos filmes e apesar de eu ter um distúrbio qualquer que me faz querer que os maus vençam em certos momentos (por exemplo eu gostava que o coiote apanhasse o papa-léguas) neste caso torci muito para que a Lisbeth pusesse fim ao seu tormento e pudesse vingar-se lentamente dos que lhe fizeram mau. Bem se os filmes fascinaram-me que dirá os livros que são sempre melhores, quem sabe um dia consiga lê-los.

So disse...

Só falta dizer "Obrigado ah mh kenga best, pk se não fosse ela a chatear-me ainda não tinha lido e estava a jogar pokemon =)"
Depois venho cá fazer um comentário de jeito

ψ Psimento ψ disse...

Teté: Sim, eu sei que temos este gosto em comum e lembro-me do teu Post sobre este mesmo assunto que aliás foi muito mais desenvolvido que o meu.
Eu gostei dos dois primeiros filmes, o 3º é um pouco mais aborrecido mas o livro também acaba por ser menos animado que os dois precedentes e envolver-se mais nas burocracias políticas que aliás não conseguiram ser espelhadas no filme. A espantosa defesa da advogada da Lisbeth que me deixou estarrecido durante a leitura também foi fraquinha no filme.

Blog Liker: Quem me dera ser como tu, eu caio sempre no mesmo erro de ler o 1º com intenção de não gostar eheh. Depois acabo por gostar e tenho de ler as continuações todas.

Ikki: Compra e põe no topo da pilha de livros porque vale a pena ehehhe

Theo: Só queres que esses maus idiotas ganhem porque tens pena deles. Já os vilões a serio não costumas gostar deles.

So: Obrigado ah mh kenga best, pk se não fosse ela a chatear-me ainda não tinha lido e estava a jogar pokemon =)
ahahha

pinguim disse...

Os livros não li; talvez um dia...(tenho um monte de livros em casa para ler).
Mas já vi o filme do primeiro livro e gostei muito; tenho cá para ver, o segundo, que vou ver em breve.
E dou-te toda a razão: as adaptações cinematográficas dos bons livros, raramente fazem jus às obras literárias...

KarenB disse...

Também já ando para ler há bastante tempo. Mas ainda não calhou.
Quanto aos filmes, vão ter de esperar que leia os livros. Faço sempre assim, porque se for ao contrário perco um pouco o interesse pela leitura dos livros, que acabam sempre por ir para o fim da pilha (como já conheço a história e tal...). Se bem que agora vou abrir uma excepção a esta minha regra: vou ler O Segredo dos Seus Olhos, apesar de já ter visto o filme, que já agora, é excelente e recomendo (não sei se já viste ou não...).

Beijinhos

ψ Psimento ψ disse...

Pinguim: O 3º é que me deixou mais desapontado.

KarenB: Já vi o filme que me foi recomendado pela Teté. Gostei mas não me pareceu merecedor do “Melhor Filme Estrangeiro” do seu ano. Beijo

So disse...

Bem, eu disse que voltava, portanto... isto é assim... fácil fácil, os filmes não prestam pra quem ler os livros primeiro... bastou a imagem do sinhor pra eu ficar desapontada... imaginava-o muito mais sensual... além disso acho que a Lisbeth nos filmes está caracterizada demais, não faz jus à personagem cativante dos livros que apesar de ser diferente dos outros nos apaixona, e nos faz querer que ela vença todos os desafios...
Foi realmente uma pena o senhor Larsson ter morrido, a saga de 10 volumes prometia bastante e eu estava capaz de os comprar todos... são livros daqueles de devorar e pedir por mais... o que infelizmente neste caso não irá acontecer =(
em suma: quem quiser ver uma boa historia, pronto veja la os filmes... quem quiser viver e saborear um excelente enredo, toca a ler os livros!
P.S. tu agradeces-me e eu devo agradecer ao "outro" A da minha vida que me indicou os livros a mim =)