quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Aliados dos X-Men (Parte II)

Os seguintes personagens nunca foram X-Men oficiais pois estiveram com a equipa por curtos períodos de tempo. Não sendo personagens muito relevantes vou ser sucinto.


Gateway
Gateway é um aborígene Australiano que conviveu com os X-Men quando estes estiveram a sua base localizada na Austrália. Apesar de ter permanecido com a equipa por muito tempo, Gateway nunca fazia mais do que abrir uma passagem de teletransporte para o X-Men viajarem pelo mundo quando necessário. Dado que por razões desconhecidas, o Gateway nunca fala, a Psylocke tinha de comunicar com ele telepaticamente.
Quando os X-Men voltaram a viver na América, Gateway ficou na Austrália onde permanece até hoje. Recentemente descobriu-se que é visa-avô de Bishop.
Poderes: Este mutante tem a capacidade de abrir buracos espaciais que permitem uma viagem instantânea para qualquer parte do planeta. Além disso é dotado de uma pequena capacidade de prever alguns eventos futuros.


Fiz
Fiz é um extra-terrestre pertencente à raça dos Skrull. Fiz procurou ajuda do Professor Xavier quando vários da sua raça estavam em perigo. No fim dos X-Men o terem ajudado, o Professor Xavier permaneceu no planeta de Fiz durante algum tempo. Desde então nunca mais se ouviu falar desta personagem.
Poderes: Todos os Skrull tem a capacidade de alterar a sua forma para ficarem idênticos a qualquer outra pessoa. Além disso, Fiz tinha a particularidade de conseguir manipular o seu tamanho ficando extremamente grande ou minúsculo.


Red Lotus
Paul Hark é um mutante que por diversas vezes auxiliou o grupo de Storm quando estes se separaram temporariamente do Instituto do Xavier. Sendo que apenas aparecia quando lhe apetecia, nunca chegou a fazer parte da equipa de forma oficial. É o herdeiro de uma grande companhia industrial na Austrália. Desde a altura que o grupo de Storm voltou a agregar-se aos restantes X-Men, o Red Lotus nunca mais foi visto, não se sabe sequer se manteve os seus poderes após o dia M.
Poderes: Este mutante possuía agilidade, destreza, reflexos e resistência superiores aos de qualquer humano. Além do mais era perito em artes marciais.


Pulse
Augustus foi trazido para os X-Men por Mystique que acreditava que ele seria o pretendente ideal para a sua filha adoptiva, Rogue. Pulse permaneceu com os X-Men durante algum tempo, ajudando em algumas batalhas, mas nunca conseguiu conquistar Rogue. Como resultado, Pulse desistiu e abandonou a equipa. Desde então a única coisa que sabe dele, é que manteve os seus poderes mesmo após o dia M.
Poderes: Este mutante tem a capacidade de neutralizar poderes e instrumentos electrónicos com um simples toque. Além do mais consegue ser imune a qualquer tipo de telepatia.


Nenhum destes personagens aparece nas adaptações ao cinema. Pessoalmente são personagens que nunca conheci o suficiente para formar uma opinião.

2 comentários:

Theomentos disse...

Quando começei a ler pensei que iria encontrar personagens que pudessem, de alguma forma, fazer referência a cultura dos locais visitados pelos X-mens mas pelos vistos não foi isso que aconteceu :P
O que eu mais gostei foi do Augustus pq ele tem aquele poder de neutralizar coisas e tmb ser imune a qualquer tipo de telepatia :D Tmb gostei do Gateway. BJosssssss

X disse...

O único personagem com que simpatizo é o Gateway, mas mais pela sua história e interação com os X-Men do que pela sua personalidade. O Red Lotus parecia-me promissor mas não foi explorado o suficiente. O Fiz e o Pulse não me dizem nada...
Abraço