segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Um filme por dia nem sabe o bem que lhe fazia

Este ano, o primeiro post vai ser dedicado à sétima arte dado que tenho tentado ver pelo menos um filme por dia. Tenho tentado também dar uma espreitadela pelo que tem sido feito ao longo dos anos na cinematografia gay e no meio de muita coisa sem interesse encontrei dois filmes que não sendo excelentes, são bastante bons.

“Beautiful Thing” de 1996 é um filme extremamente fiel ao que a maioria dos adolescentes vive durante a descoberta da sua orientação sexual. Tenho a certeza que muitos conseguirão ver algumas das suas experiências reflectidas neste filme.




“Mulligans” é um filme de 2008. Tyler, um jovem universitário muito popular entre as raparigas convida o seu melhor amigo, Chase, para passar as férias de Verão com a sua família. Durante as férias os dois rapazes passam imenso tempo juntos e Chase acaba por confessar a Tyler que é gay. Como se a situação já não fosse suficiente para afastar os dois amigos, várias circunstâncias ao longo do filme acabam por levar Chase a envolver-se com o pai de Tyler…


Pode parecer coisa de filme mas na verdade passa-se o oposto. Felizmente ou Infelizmente conheço pessoalmente diversos casos de homens e mulheres que após vários anos num casamento heterossexual acabaram por sentir a necessidade de “descer do palco e viver a realidade…” como me disse uma dessas pessoas.




Os seguintes dois filmes além de serem italianos foram-me ambos recomendados aqui no blog pelo paulofski e como os achei simplesmente fantásticos, tenho de os referir aqui.

“La Vita é Bella” de 1997 é um daqueles clássicos que sempre me tinham dito que era obrigatório ver e agora compreendo porquê. O filme conta-nos a comovente história de um homem judeu com um enorme sentido de humor e persistência que usa toda a sua inteligência para fazer o seu pequeno filho acreditar que tudo o que estão a passar no campo de concentração Nazi não passa de um mero jogo…




“Nuovo Cinema Paradiso” de 1989 é na minha perspectiva o melhor dos que abordei aqui. Confesso a minha ignorância de não saber quase nada deste filme até o ver e de o ter feito com baixas expectativas. Quão errado estava…
Nuovo Cinema Paradiso acompanha a vida de Toto um pequeno rapaz com enorme gosto pelo cinema e que encontra em Alfredo, o projeccionista analfabeto da aldeia, um amigo, um pai e um mentor para a vida… Na verdade, Alfredo acaba por ser o principal responsável pela direcção que a vida de Totó tomou na adolescência e na adultez.
O filme tem duas versões, uma mais curta e uma mais extensa. Aconselho vivamente a reservarem um tempo livre e a verem a versão mais extensa, que tem quase 3 horas, mas que faz a história ter um significado completamente diferente, não sei como foram capazes de cortar uma das cenas que considero das mais importantes. Recomendo também que se façam acompanhar por uma grande embalagem de lenços de papel, vão precisar eheheh.


14 comentários:

pinguim disse...

Quatro belos filmes, que se podem incluir em duas categorias diferentes: filmes de temática gay, em que cabem os dois primeiros, sendo que, na minha opinião pessoal "A Beatiful Thing" é muito melhor que "Mulligans", embora este não seja mau.
Os dois restantes são excelentes e ambos andam à volta de uma criança. Se "A Vida é bela" é comovente, e um grande filme, o que dizer de "Cinema Paraíso", talvez um dos melhores filmes que já vi? A cena final, com a visão dos beijos censurados fica na história do cinema.

Theo.. disse...

Beautiful Thing parece girito apesar de antigo nunca tinha ouvido falar neste filme, os gajos tmb são giritos :P O Mulligans já tinhas mostrado-me o trailer e já tinhamos falado nele, isso deve de certeza acontecer na vida real tmb, não sei é como fica a amizada dos dois depois disso ou como fica a cabeça do filho depois de tanto tempo ver o pai ser uma coisa que na verdade nunca foi :S Mas tu é que percebes mais da psique humana :P La vita è bella era mesmo um pecado ainda não teres visto é tão lindo já vi a muito tempo e fiquei com ovntade de ver outra vez, a história é fantástica e o miudo é tão fofo que se tivesse disponível eu o adotava. Esse Nouvo Cinema Paradiso nunca vi mas pela tua critica parece mesmo muito bom, outra vez seria capaz de adotar o miúdo que por pouco que apareceu no trailer já cativou-me, já o gajo que faz ele mais velho tmb levava pra casa :P mas o tratamento seria outro ;). Bem já vi que andaste a ver muito bons filmes :D Mas posso esperar pelos que vais trazer pra vermos juntos :) E o Pinguim sempre a correr na frente e a comentar antes de mim :P lol

um coelho disse...

A Vida é Bela e Cinema Paraíso são dois filmes fantásticos, mostram como um filme simples e sem grandes meios pode ser arrebatador.

Fiquei curioso com o Mulligans, até porque entra a minha actriz preferida do Queer as Folk.

ψ Psimento ψ disse...

Pinguim: Apesar de estarem em categorias semelhantes os filmes acho que estes filmes são todos muito diferentes uns dos outros. Essa cena final que referiste é sem dúvida um das mais marcantes do filme. :)

Theo: Quer dizer então as criancinhas que não forem fofas já não podem ser adoptadas?? Não me parece que fofura seja critério eheh. Além disso por esta altura um já é bastantes anos mais velho que nós e o outro também já não tem idade para ser adoptado. ;)
O pinguim já comentava aqui o blog antes de ti em qualquer aspecto ehehe.

Um coelho: Já me tinham dito por acaso. Mas não vi a série porque várias pessoas têm dito que parece mais um filme porno com vários homens do que uma série sobre a vida de homossexuais… Como eu não concordo com essa visão prefiro nem ver mas espero que me dês a tua opinião pessoal eheh.

Rafeiro Perfumado disse...

"A Vida é Bela" é dos filmes mais comoventes que já vi, uma lição de vida fantástica e que consegue abordar de uma forma tão simples a questão da segunda guerra mundial e a perseguição aos judeus. É daqueles filmes intemporais, que não me canso de ver. Quer dizer, canso, mas só depois de muitas vezes!

Abraço!

Teté disse...

Bom, não vi os dois primeiros, e, grande falha minha, nem o último, aconselhadíssimo por todos os amigos, cinéfilos ou não! Mas ainda não calhou... ;)

Quanto à "Vida é Bela" é daqueles filmes inesquecíveis: comovente, imaginativo, terno e fascinante, num ambiente histórico mais do que perverso, que ainda nos faz sorrir em certos momentos. Adorei!

Não percebi que procuravas filmes que focassem temáticas gay, no ano passado vi "Um Homem Singular", que também me tocou imenso. Não especificamente por o protagonista ser gay, mas porque há sentimentos que são universais... ;)

Beijocas!

Blog Liker disse...

Ver um filme por dia?! Quem me dera ter todo o tempo do mundo... «A vida é bela» recomenda-se, e muito!

Abraço!

Ruy A... disse...

Acho que já vi esse primeiro filme mas o segundo dos mulligans ainda não tinha ouvido falar, embora a discrição me tenha deixado interessado.
E esses 2 clássicos shame on me mas nunca vi :s
Já agora aproveito para deixar uma sugestão tb: Shelter
Abraço

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Conheço a "A Vida é Bela" e "Cinema Paraíso" mas não conheço os outros dois. Despertou-me particular interesse o "Muligan" talvez pela história (gosto muito de filmes verosímeis e nao daqueles que foram feitos só para a tela) e so tenho pena de me escaparem tantas sugestoes (como algumas que ja mencionaste noutros posts mais antigos) e que, ou deixei mesmo passar, ou nao passaram no grande circuito...

Um abraço, Psi!

paulofski disse...

Vejo que seguistes duas das minhas propostas cinematográficas, rhummm... rhummm...

A Vida é Bela e Cinema Paradiso.

Duas obras de arte, património da humanidade.

ψ Psimento ψ disse...

Rafeiro: Eheheh eu também me cansaria se visse muitas vezes. Talvez volte a ver, mas quando for mais velho. A nossas interpretações vão-se alterando com a maturidade.

Teté: Tens mesmo que ver. Sei que vais adorar. Acredita ehehhe.
Gosto de dar uma vista de olhos nos filmes de temática gay, mas não costumo sair satisfeito. São sempre ou muito estereotipados ou muito virados para a vertente sexual. Vou já tratar de arranjar esse. Adoro a Julianne Moore. Ela tem tendência nos filmes para se envolver com personagens gay ehehhe. Já anteriormente vi em “Far From Heaven” e em “Savage Grace”.

Blog Liker: Sempre trabalhei, estudei, tive vida pessoal e vi filmes!!!! Chama-se boa gestão do tempo!! Ehehhe. “Sleep less live more”

Ruy: Se a ti não te interessasse a história que envolve um homem mais velho é que eu me surpreendia ehehhe.

Lobinho: Para a próxima não deixes passar ehehhe. Valem mesmo a pena.

Paulofski: Muito obrigado mesmo por essas propostas. Só quando vi é que compreendi o que estava a perder por ainda não ter visto!!

Cumprimentos a todos.

ψ Psimento ψ disse...

PS: Ruy já vi o Shelter com o Theo, gostamos muito.

Anónimo disse...

Tu sabes k adorei o a vida
e bela:D agora fikei mt curiosa para ver cinema paradiso e Mulligans!! obrigado pelas recomendações já sabes qual é a tua função a seguir:P heheh

Nj Né

ψ Psimento ψ disse...

Nélia: Sim, já sei que sou o teu escravo dos filmes lol. Bjos