domingo, 18 de julho de 2010

Revanche


Kwannon era a ninja japonesa que trocou de corpo com Psylocke ficando a partilhar os poderes da mesma e algumas memórias. Como tal, extremamente confusa, Kwannon apareceu na mansão dos X-men alegando ser a verdadeira Psylocke o que em muito confundiu a equipa na altura uma vez que de facto era ela quem estava no seu antigo corpo.
Após alguma batalha entre as duas mutantes e a intervenção dos X-Men ambas ficaram na equipa. Pouco depois, descobriu-se que a verdadeira Psylocke era a que se encontrava no corpo da japonesa e Kwannon adoptou o nome de Revanche ajudando os X-Men em algumas missões. Contudo, a sua estadia não foi longa. Revanche foi infectada pelo Legacy Virus. Este vírus que, primeiramente, só parecia afectar mutantes mas, depois verificou-se que podia afectar qualquer pessoa, causava um aumento exponencial nos poderes dos mutantes infectados até que estes se auto-destruíam. Conhecendo o seu destino, quando já estava muito debilitada, Revanche pediu ao seu namorado Matsu’o que a matasse poupando-a da agonia que já começava a sentir. E assim foi…
Nos seus últimos suspiros de vida, Kwannon usou os seus poderes telepáticos para pedir desculpa a Psylocke por tudo o que tinha acontecido. Com a sua morte, Psylocke recuperou a totalidade dos seus poderes mas ficou presa num corpo que não era o seu.
Recentemente o cadáver de Revanche foi desenterrado, pelas super-vilãs conhecidas como Sisterhood of Mutants, e usado para controlar Psylocke. Com muita dificulade os X-Men derrotaram as adversárias, libertaram a amiga e voltaram a dar repouso ao corpo de Kwannon.

Poderes: Originalmente esta mutante tinha apenas o poder empático de conseguir determinar quais os sentimentos que determinada pessoa estava a experienciar. Quando trocou de corpo ficou a partilhar os poderes de Psylocke. Disponha então de telepata, o que significa que conseguia ler pensamentos e controlar a vontade dos outros, emitir rajadas psíquicas, criar ilusões, entre outras habilidades. No entanto, preferia focar os seus poderes de forma a criar adagas e katanas psíquicas que eram capazes de cortar objectos inorgânicos e de criar disrupções no sistema nervoso dos seus inimigos.

Esta mutante não aparece em nenhuma das adaptações ao cinema até ao momento e pessoalmente não gostava dela e uma vez que tinha os mesmos poderes que a Psylocke, tornava-se mais uma personagem redundante.

8 comentários:

Theo.. disse...

Este vais ser um post mais de desculpa do que do assunto já que eu esqueci-me de vir cá comentar assim que cheguei a casa, desculpa morzito :S não quer dizer que esqueci.me de ti, só esqueci de vir cá. Sobre a personagem ela tem uma história um tanto quando dramática demais, com toques de fantasia infantil, os poderes são fixes mas a história de trocar de copo tmb não me agrada, mas pior mesmo eh essa parte macabra de andarem aí a desenterrar corpo, tá a parecer o brasil ond agora virou moda depredar os cemitérios e roubar cadáveres...
Bem mor desculpa, daqui por dois dias já podes me espancar como sempre fazes quando eu faço algo errado.:(

ψ Psimento ψ disse...

Quanto exagero... quem ler ainda pensa que és vitima de violencia doméstica!! XD

Theo.. disse...

as vezes até sou :P Brincadeira

ψ Psimento ψ disse...

Entao deves ser masoquista porque tás quase a vir para cá :p

Gata Verde disse...

Sexy e poderosa!!!
;)))))))

X disse...

Pior que anomalias temporais só mesmo X-clones. Sei que ela não era um clone mas é como se fosse. Só veio tornar a história da Psylocke confusa e intragável. Berkkk. Esta foi uma má fase em termos de novas personagens. Só entrou "palha" para a equipa: Revanche, Joseph, Dark Beast...

Cirisley Steinberg disse...

EU CURTO A PSYLOCKE, GOSTE QDO ELA TEVE UM CASO COM WARREN.

So disse...

Huuum... realmente eh uma personagem que nao tem grande interesse com os msm poderes da outra. Gostava mais dos poderes originais dela, poderia ter-se tornado uma personagem mais interessante se os mantivesse apenas a eles. de kkl das maneiras tb nnc li nada sobre ela portanto tb n posso opinar mt =P