domingo, 22 de maio de 2011

Psicologia Social

Como sabem o meu curso dá-me um gosto enorme, nunca poderia ter feito melhor escolha e este mestrado tem-me provado isso, apesar de ser tão cansativo. Tenho aulas de segunda a SÁBADO e este foi o primeiro domingo em muito tempo que tive algum tempo livre. Espero que ao longo da minha vida e da minha carreira cada vez me sinta mais realizado.
Claro que tenho consciência que a Psicologia, como todas as áreas em Portugal neste momento, sofre com a crise e com o desemprego. Contudo, a verdade é que é um curso que nos dá ferramentas práticas para o quotidiano e dicas fundamentais para lidarmos e analisarmos os comportamentos das pessoas. Além disso, é uma área tão vasta que nos permite integrar no mundo do trabalho em vários ramos. Mas já estou a divagar…
O que eu queria falar é mesmo de um gosto dentro da psicologia que desde sempre me suscitou interesse e tem vindo a crescer cada vez mais dentro de mim. Ainda esta semana fui a um Workshop com a Doutora Sofia Neves que já foi minha professora logo no 1º ano da licenciatura e tive a certeza que estou apaixonado pela psicologia social. O tema era Género, Violências e Saúde Ocupacional e abordou-se as questões da etnia, orientação sexual, sexo, género, religião e nacionalidade relacionadas com as oportunidades de emprego, a progressão de carreira e a violência na sociedade.
Fenomenal, analisamos dados e factos que nos deixam preocupados e que nos fazem compreender o quanto a nossa sociedade ainda tem a crescer. Sabiam que em média as mulheres tendo o mesmo estatuto na carreira ainda recebem menos que os homens?? E escusam de me gritar que conhecem a Dna. Micas que é padeira e ganha mais que o Sr. Gisberto que também é padeiro. As médias e os dados estatísticos provam isso e a discrepância é ainda maior em questões de progressão de carreira. Se não acreditam, basta ver se os grandes directores, políticos e presidentes que conhecem e cuja esmagadora maioria é do sexo masculino. Poderia estar aqui dias a falar pois foram 8 horas de workshop onde se abordaram assuntos que davam “pano para mangas”…
Enfim, neste momento vou seguir o meu Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde e quero exercer a profissão nesta área mas vou sempre procurar fazer trabalhos mais voltados para a vertente social como aquele das tarefas domésticas que ainda não terminei ehehe. Penso que é uma área onde se podem estimular mudanças no cerne da sociedade. Sei que o caminho é longo e árduo e as mentalidades não se mudam de um dia para o outro mas eu sou mesmo assim, teimoso… :p

Esta semana já escolhi os meus orientadores para a tese, a ver vamos se eles me aceitam e se gostam do tema que lhes propus. Ainda pensei na Professora Sofia Neves pois eu venero as ideologias de vida daquela mulher e o seu profissionalismo, mas acho que em questões de personalidade não íamos trabalhar bem juntos, talvez lhe peça uma co-orientação...

12 comentários:

Theomentos disse...

Fico muito feliz que cada vez mais tens a certeza daquilo que queres :D Tenho a certeza que vais ser bem sucedido na tua profissão :D Eu é que não sei o que se passa na FFUP pois nunca abrem as inscrições para os 2º ciclos, já encontrei o numero de vagas para os doutoramentos mas para o mestrado, nada. Acho que vou ter de começar a procurar em outras universidades é uma pena pq já tenho o orientador e tudo, que bom que já sabes também quem queres como orientador :D Amo-Te mais que tudo!!!

Meia Noite e Um Quarto disse...

vês como acertei na tua universidade meu ganda maluco:-D

Adorei ler que gostas tanto do que estudas, eu no meu caso tenho cadeiras...depende muito dos professores, mas pronto.

Não penses já no mercado e no trabalho, etc etc, uma coisa de cada vez, torna-te bom no que fazes e no que estudas, se fores realmente bom há lá fora oportunidades para ti!!

Dá-lhe forte que eu tb tou aqui a fazer força para que tudo corra bem!

ψ Psimento ψ disse...

Theo: Ahahha pois essa situação da falta de informação também me está a chatear como já conversamos. Quero-te aqui rapidinho :(
De resto adoro quando me elogias ehehe é que os teus elogios são especiais :p

00:15: Nunca disse que não tinhas acertado ehehe. De resto eu acho que mais cedo ou mais tarde há oportunidades para quase todos. Quanto ao mundo do trabalho, esse já o conheço há alguns anos!! Um abraço.

pinguim disse...

É fundamental para se ter sucesso na vida profissional, gostar do que se faz.
E tu gostas verdadeiramente e tiras daí todo um prazer que é mais do que mero trabalho.
Tens tomado as opções certas e não tenho dúvidas sobre o teu promissor futuro.

Rafeiro Perfumado disse...

Nem sabes a sorte que tens, estudares algo que te dá gozo e te realiza, é um privilégio que poucos têm. Eu não sou um deles.

Abraço!

Teté disse...

Ainda bem que o teu curso te motiva tanto, pois isso é essencial para o terminares com sucesso.

Quanto à velha história de trabalho igual, salário igual, pois, também sabia que era só para constitucionalista ver. Isto de mudar mentalidades, demora muuuuiiiiito tempo...

Beijocas!

Blog Liker disse...

Ainda bem que estás motivado! Isso é meio caminho andado para o sucesso! E não é tão bom fazer/estudar o que se gosta?! Deixa lá o futuro, que esse ainda não chegou...

Abraço!

ψ Psimento ψ disse...

Pinguim: Obrigado, também concordo que é indispensável gostar-se daquilo que se faz.

Rafeiro: Vais sempre a tempo de mudar ehehehhe.

Teté: Pois demora Teté mas pessoalmente darei o meu melhor nesse sentido.

Blog Liker: Não me preocupo muito com o futuro, o que tiver de vir virá ;)

Cumprimentos a todos

um coelho disse...

Em tudo há momentos melhores e piores, há alturas em que nos parece que não vamos conseguir ou que é 'demasiada areia para a nossa camioneta'. Mas sem dúvida, é meio caminho andado o facto de gostar do que se estuda. Lembro-me de nos primeiros anos da faculdade ouvir as aulas do início ao fim e pensar 'Isto é música para os meus ouvidos'.

Espero que tenhas escolhido bem os orientadores. Mais cedo ou mais tarde ainda vais pensar "Mas o que é que eu tinha na cabeça para convidar este ou esta". Mas no final vais-te sentir tão bem...

Cp disse...

Infelizmente as mentalidades não evoluem tão depressa quanto eu e muita gente gostaria...
Fico feliz em saber que as coisas estão a correr bem! E continua a ser teimoso! =P

P.S. Obrigado pela tua visita e pelo teu apoio lá no meu blog.

Já agora queria te fazer uma pergunta se não for muito chato da minha parte. O que achas do ISPA (Instituto Superior de Psicologia Aplicada) e que Universidade(s) me recomendas onde possa tirar o curso de Psicologia?

Um abraço e muita força! =)

KarenB disse...

Sabes, se não tivesse tirado Direito (na altura apenas porque achava que teria mais saídas profissionais), Psicologia teria sido a minha segunda opção.
Hoje, já com alguma experiência do mundo do trabalho, sinto e sei que não me vou sentir totalmente realizada com o curso que tirei. Preciso de dar mais, de dar mais de mim às pessoas, de sentir que fui útil a alguém. E sei que qualquer profissão que tenha na minha área nunca me proporcionará totalmente esse sentimento.
Mas eu não desisto e tenho dito sempre, que nem que seja depois de estar reformada, hei-de ir tirar psicologia, pois acho que deve ser de facto um curso muito fascinante.
Tive essa cadeira no 12º ano e adorei!
Ainda bem que te sentes realizado com o que fazes. É meio caminho andado para o sucesso e para seres plenamente feliz, pois o trabalho, quer queiramos quer não, ocupa uma boa parte das nossas vidas. Sei que vais conseguir alcançar esse sucesso, pois gostas do que fazes. E desejo-te muitas felicidades nesse campo.

Quanto à questão da diferença de género e respectivos salários, não estaremos lentamente a começar a assistir a uma inversão das tendências? A mim, parece-me que sim, embora muito lentamente...

Beijinhos

ψ Psimento ψ disse...

Coelho: Ahahah mas eu faço uma analise psicológica para que isso não aconteça. Foi mesmo por essa razão que não escolhi a Professora Sofia Neves pois penso que não iríamos trabalhar bem em conjunto. Mas posso também estar redondamente enganado.

Cp: Desculpa a demora, já te respondi lá no blog ;)

Karen: Força nisso, é um curso que trás mesmo muita realização pessoal não tenhas duvida. Assim que poderes, fora nisso.