sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Maggott


Japheth era um jovem sul-africano e provavelmente o X-Men com poderes mais estranhos de todos. Japheth sempre foi uma criança subnutrida e doente, apresentando um abdómen anormalmente grande. Para além da escassez de comida na região onde vivia, Japheth era incapaz de digerir qualquer tipo de comida sólida. A certa altura a aldeia de Japheth foi atacada mas Magneto apareceu no local e massacrou todos os atacantes. Nesta altura, Magneto revelou a Maggott que andava à sua procura pois ele era na verdade um mutante. Usando os seus poderes, Magneto abriu o abdómen de Maggott e extraiu duas gigantescas lesmas. Contudo, Maggott recusou juntar-se a Magneto alegando que nunca teria a frieza necessária para matar pessoas como o Mestre do Magnetismo havia feito há momentos.
Alguns anos mais tarde, o adolescente abandonou a sua terra natal com o intuito de encontrar Magneto para que este o ajudasse com a dor constante que os seus poderes lhe causavam. Ao invés disso, encontrou os X-Men e depois de uma série de eventos, acabou por se juntar à equipa.
Apesar de o receberem de bom grado, os X-Men sempre mantiveram um olhar desconfiado para com as duas estranhas criaturas que acompanhavam e que eram impermeáveis a qualquer análise psíquica por parte do Professor Xavier. O próprio Maggott começou a desconfiar das suas lesmas dado que elas andavam constantemente pelos subúrbios da cidade perto da base dos X-Men na mesma altura que pessoas começaram a aparecer assassinadas com marcas de ataque de animais. Mais tarde provou-se que eram inocentes.
Algum tempo depois, Japheth abandonou os X-Men e foi percorrer o mundo. A próxima vez que o vimos foi como prisioneiro no campo de concentração de mutantes chamado Neverland. Infelizmente, Maggott foi uma das vítimas das câmaras de gás do campo antes de este ser libertado. Antes de morrer, deu uma das suas lesmas a umas crianças que também lá estavam presas. A última vez que a vimos foi na posse de Mr. Sinister, um dos inimigos dos X-Men que entretanto já morreu…

Poderes: As suas lesmas (a Eany e a Meany) são na verdade o seu poder e o seu sistema digestivo. As lesmas que têm uma fome voraz, são capazes de se alimentar de qualquer tipo de matéria incluído ferro e rocha. Depois convertem essa matéria em energia e voltam a entrar para o abdómen de Maggott alimentando-o. A energia que lhe fornecem, além de lhe tirar a fome, dá-lhe super força e faz com que fique com a pele temporariamente azul.

Este personagem não aparece em nenhuma das adaptações ao cinema até ao momento. Pessoalmente só tenho a dizer que era um personagem muito estranho e achava mais piada à Eany e à Meany do que a ele.

4 comentários:

Theo.. disse...

As lesmas realmente parecem ter mais piada que ele, mas como já comentei anteriormente, esse negócio de ter coisas a entrar e a sair das pessoas causa-me muita impressão, engraçado é que não tenho problemas com agulhas e sangue, mas com bichos e coisas é diferente, não sei explicar. Pelo que disseste eh uma personagem que traz o tema da África, fome, miséria, etc. É pena ter morrido visto que esse é um tema que não deveria ser esquecido nunca.
É isso mor :D Amo-TE

Speedy disse...

personagem estranha. E parece fugir demasiado ao tema mutante. Acho que estavam a ficar sem ideias

So disse...

uuuughhhhhh que nojo! lol que personagem coisa estranha... nao sei se realmente ia achar piada a ler uma bd e ver os bicharocos a entrarem pela pessoa dentro... biak... sbem que na realidade sendo eles o proprio poder, entendo que tenham mais piada do que o jovem...
lol, nao imagino como eles iriam conseguir transportar isto pro filme =P tb estou como o theo, coisas assim viscosas a sair e a entrar das pessoas, n obrigado.. ja parece akele k tem um mostrinho na barriga...biak

X disse...

Realmente os poderes do Maggott eram estranhos. Nunca me decidi se gostava ou não da personagem porque a sua presença nos X-men nem deu para aquecer a cadeira o Blackbird. Não percebo porque introduzem personagens e perdem números a contar a origem e a desenvolve-las para depois as varrerem para debaixo do tapete...